logoUma forma holística de melhorar a sua saúde e a do seu amigo de 4 patas

A Medicina Tradicional Chinesa (MTC) é considerada uma das mais antigas formas de Medicina Oriental e a sua vertente Veterinária data 3000 a.C.

A MTC fundamenta-se numa estrutura sistemática e abrangente de natureza filosófica. Ela inclui entre os seus princípios, o estudo da relação do Ying/Yang, da teoria dos cinco elementos e do sistema de circulação de energia pelos meridianos do corpo.

Tendo como base o reconhecimento das leis fundamentais que governam o funcionamento do organismo e a sua interacção com o ambiente segundo os ciclos da natureza, procura aplicar esta compreensão tanto ao tratamento das doenças quanto à manutenção da saúde através de diversos métodos.

De acordo com MTC, a doença ocorre quando há desequilíbrio ou bloqueio da energia vital (Qi) nos canais de acunpuctura (meridiano).

Por isso é importante restaurar o balanço Qi ou o balanço entre o ambiente externo e interno para recuperar a saúde.

A Medicina Tradicional Chinesa Veterinária vê o animal como um todo e não se foca apenas nos sintomas e sinais apresentados no acto da consulta.

A Acupuntura e a Fitoterapia são áreas da Medicina Tradicional Chinesa, assim como o Tuiná (massagem baseada nos principos da MTC), a dietoterapia e o Qi Gong.


Holismo…?

Atualmente fala-se muito em holismo, medicinas holísticas.

A medicina chinesa (que no ocidente é vulgarmente conhecida como Medicina Tradicional Chinesa) é uma medicina holística.

Todo o conflito interno, toda a discordância entre o que se passa à nossa volta e dentro de nós mesmos (e aqui o “nós” pode referir-se ao simpático gatinho que nos faz companhia ao longo do dia ou a outro animal qualquer), pode levar à doença. Não existe uma barreira rígida entre nós e o mundo que nos rodeia, da mesma maneira que não existe distinção nítida entre a matéria e o espírito.

Por isso, quando alguém (por exemplo o médico-veterinário) tenta ajudar um animal a resolver um qualquer desequilíbrio (no fundo na medicina chinesa as doenças são desequilíbrios de energia), há que prestar atenção a tudo o que o rodeia (ambiente, modo de vida, alimentação, humanos e outros animais com quem convive, etc.).

Isto é o Holismo.